Faz um tempinho que circularam notícias sobre mudanças no HSK, o exame oficial de proficiência em língua chinesa, o que deixou em alerta estudantes de mandarim pelo mundo, mas nada havia sido confirmado pelo governo chinês. Agora, as mudanças estão sendo anunciadas oficialmente!

Apesar de já terem sido publicados alguns documentos a respeito do novo HSK (conhecido também como HSK 3.0), ainda existem muitas coisas que não sabemos, mas, nós do Clube de Chinês, estamos acompanhando cada novidade em contato direto com a China.

Dessa maneira, você sempre terá informações atualizadas, pois está aqui no Clube de Chinês com a gente! 

Como ainda não temos todas as informações a respeito do novo HSK, vamos contar aqui o que sabemos para você!

Aliás, nós gravamos uma LIVE no canal Clube de Chinês a respeito desse tema, para assistir é só clicar no vídeo abaixo!

Antes de você pensar: “Ai meu deus, o teste está mudando, e agora?” É importante lembrar que apesar da mudança na forma de avaliar a proficiência de uma pessoa, a língua chinesa continua a mesma.

Curso Gratuito de Mandarim

Ele continua sendo o mesmo idioma, o mais falado do mundo por número de falantes nativos e o terceiro mais estudado. Ou seja, o que mudou foi apenas o termômetro para medir a proficiência de cada pessoa, ajudando cada um a alcançar o sonho de falar chinês.

Se você já começou a estudar chinês, continue! Além do aprendizado do idioma não mudar, ainda não foi definida uma data oficial para a mudança efetiva das provas. 

Isso quer dizer que o atual HSK (2.0) continuará a ser aplicado pelos próximos anos.

Além de ser aplicado regularmente na China e em outros países todos os anos, o HSK é o único exame padronizado internacionalmente que testa e avalia a proficiência de falantes não nativos de chinês, principalmente daqueles que desejam ingressar em uma universidade chinesa, participar de processos de bolsa de estudos ou para atestar sua habilidade na língua em oportunidades profissionais.

O HSK foi oficialmente instituído em 1992 e até 2020 foi administrado pela Hanban, atual Centro de Cooperação e Intercâmbio de Línguas Sino-Estrangeiras do Ministério da Educação.

A versão inicial do HSK, chamada também de versão 1.0, foi usada entre os anos de 1990 e 2009 e contava com 11 níveis classificatórios.

A versão HSK 2.0, introduzida em 2010, trouxe como principal mudança o sistema de 6 níveis, com poucos acréscimos à quantidade de ideogramas se comparado com a versão anterior.

Esta é a versão que vem sendo aplicada até o momento e tem como característica principal, menos exigência nos níveis iniciais, baseando-se numa curva de aprendizado mais branda.

A versão 3.0 traz um novo padrão de avaliação, com uma estrutura de 3 estágios e 9 níveis. 

Talvez você esteja se perguntando: por que mudou?

Podemos pontuar 3 principais razões para a mudança:

O novo padrão de avaliação corrige a distribuição de ideogramas e vocabulários presentes em cada nível. No HSK 2.0 tínhamos um começo um pouco mais brando e depois alguns degraus desproporcionais na quantidade de conteúdo exigido. 

O HSK 3.0 vai amenizar essas desproporcionalidades, distribuindo o conteúdo um pouco melhor.

Além disso, a comissão do Centro de Cooperação e Intercâmbio de Línguas Sino-Estrangeiras, responsável pelo desenvolvimento do novo padrão, analisou mais de 10 padrões internacionais de proficiência de línguas e concluíram que seria importante que o teste avaliasse todos os elementos que caracterizam o domínio de uma língua. 

Desta forma, além das habilidades de compreensão auditiva, leitura e escrita (gramática), outras habilidades como expressão oral, escrita a mão e interpretação (ou tradução) também passam a ser testadas, resultando numa avaliação mais abrangente do nível de proficiência de um estudante.

Por fim, ao longo dos anos, nota-se que cada vez mais pessoas no mundo estão aprendendo chinês e como qualquer padrão de avaliação de um idioma, é natural que de tempos em tempos haja necessidade de se fazer alguns ajustes. 

O HSK tem ficado cada vez mais popular. Só para termos uma ideia, em 2018 o número de provas aplicadas em todo mundo chegou a quase 7 milhões.

No período acumulado, de 1990 até final de 2020, mais de 40 milhões de provas HSK foram realizadas em 1207 locais de testes em 156 países.

Mas então, o que significa essa atualização do HSK?

Significa que o exame ficou mais detalhado, mais adaptado e próximo ao dia a dia das pessoas. Mais palavras novas e usadas no mundo atual foram adicionadas.

A seguir, temos dois exemplos de palavras que foram adicionadas ao vocabulário do novo HSK e que são usadas frequentemente no dia a dia dos chineses:

nǎi chá
奶茶
naicha (bebida de chá com leite)

fāng biàn miàn
方便面
miojo

Um outro benefício dessa atualização é que vocabulários ou expressões de natureza similares, que até então eram encontrados dispersos em níveis diferentes, foram agrupados, aproximando-se ao caminho de aprendizagem quando, por exemplo, aprendemos num mesmo momento expressões diferentes para a mesma situação.

Por exemplo, no HSK 2.0 o vocabulário para dizer “sem problema” era apenas 没关系 (méi guān xi). 

Porém, no novo HSK temos outras opções como 没什么 (méi shén me) e 没事儿 (méi shìr), que também são muito utilizados no dia a dia dos chineses.

Ou seja, é possível aprender diferentes maneiras de falar uma mesma coisa! 

Isso não é diferente do português, né? Afinal, quem nunca usou um “imagina” ou “não foi nada” para expressar esse mesmo sentido?

E isso é muito importante, porque torna o processo de aprendizagem mais divertido e prático com palavras usadas na vida real.

Com essa atualização, além de aprender muitos vocabulários práticos para o dia a dia, você também aprende a formar novos vocabulários a partir de um mesmo ideograma.

Por exemplo, temos o ideograma:

diàn

Que significa “eletricidade”. A partir desse ideograma, que já tem um significado próprio, podemos juntar com outros ideogramas para formar novas palavras. E é a partir dessa lógica de composição que podemos formar novos vocabulários!

Pense como se você estivesse entrando em um mercado para comprar o seu salgadinho favorito.  Ao chegar na prateleira de salgadinhos, você encontra o seu pacote e vê uma placa com uma super promoção: compre 1 leve 3! Irresistível uma promoção dessa, né?

É basicamente isso que vai acontecer com o ideograma (电 diàn)! Vamos ver alguns exemplos com seus respectivos significados?

diàn huà
电话}
eletricidade | fala  = telefone

diàn nǎo
电脑
eletricidade | cérebro = computador

diàn shì
电视
eletricidade | olhar = televisão (programa)

diàn shì jī
电视机
eletricidade | olhar | máquina  = televisão (aparelho)

diàn yǐng
电影
eletricidade | imagem = filme

diàn yǐng yuàn
电影院
eletricidade | imagem | saguão = cinema

Com apenas um ideograma você consegue formar 6 novas palavras! Demais né?!

O HSK 3.0 tem um cuidado especial com o seu progresso de estudo!

Assim, se pegarmos o exemplo acima, primeiramente é apresentado o caractere 电 (diàn) e seu sentido, para depois lhe introduzir novas palavras que vão ser compostas por ele! 

É um processo mais interessante e eficaz de estudo: do caractere para a palavra, e que na verdade, se aproxima do que já fazemos naturalmente ao estudarmos chinês.

No HSK 2.0, para realizarmos uma comparação, não havia essa divisão entre caractere e palavra.

Os estudantes eram apresentados imediatamente com as palavras dentro de uma lista. Dependia, então, dos professores separarem os elementos nas palavras e mostrarem as relações entre os caracteres.

O que está sendo oficializado agora é que o processo de formação das palavras ficará mais evidente.

hskHSK 2.0 (Nível HSK 1)

Em outras palavras, essa nova atualização tornará o teste mais abrangente e ainda mais próximo da realidade em que vivemos.

Com ele melhorado, você vai conseguir adquirir novos vocabulários e consequentemente também vai aumentar a sua proficiência em chinês!

Lembre-se: a língua chinesa não mudou, a língua que você estuda continua sendo a mesma! O que mudou foi apenas o termômetro para medir a sua temperatura!

Então, quer dizer que a quantidade de ideogramas por níveis do HSK 2.0 para o HSK 3.0 aumentou muito?

Para facilitar a compreensão, vamos analisar visualmente algumas mudanças com relação à quantidade de ideogramas.

Primeiro, vamos imaginar que estamos prestes a subir um lance de escada.

Se compararmos a quantidade de ideogramas exigidos pelo HSK 2.0 (em azul) e HSK 3.0 (em laranja), temos duas escadas diferentes: a escada azul tem uma variação de alturas muito discrepante, principalmente nos dois últimos degraus.

Ou seja, a altura de um degrau para outro não está totalmente equilibrada. Por outro lado, a escada laranja apresenta degraus que crescem de forma mais balanceados, evidenciando melhor a distribuição de conteúdo.

image 6 Clube de Chinês
Agora vamos analisar a quantidade de vocabulários exigidos entre o HSK 2.0 e HSK 3.0:

Mais uma vez, podemos perceber que o lance da escada azul não está proporcional, ao passo que a escada laranja apesar de ser um pouquinho mais íngreme, tem uma crescente equilibrada.

image 5 Clube de Chinês
Assim como na vida real, subir um grande lance de escada exige um pouquinho de energia. 

Se os degraus dessa escada estiverem esburacados e cheios de discrepância entre as suas alturas, a subida exigirá um bom preparo de sua parte.

Porém, se os degraus dessa escada estiverem equilibrados, sem buracos e sem diferenças entre as suas alturas, apesar de ser um pouquinho mais íngreme, a sua subida com certeza será mais fluida!

Então, qual escada você escolheria subir? Com certeza seria a mais equilibrada e sem obstáculos, né?

Tendo em mente o que vimos há pouco sobre a vantagem de aprender ideogramas para formar novas palavras, vamos analisar um pouco mais a fundo as informações das escadinhas que vimos há pouco.

A seguir, temos gráficos onde a cor verde representa a quantidade de ideogramas e a cor azul representa a quantidade de vocabulários que devem ser aprendidos em um nível do HSK.

Vamos analisar o nível 1 do HSK 2.0 e HSK 3.0 respectivamente:

image 2 1 Clube de Chinês

No HSK 2.0 o aluno deve aprender 178 ideogramas e 150 palavras.

Ou seja, a quantidade de ideogramas que o aluno deve saber para a prova é maior que o número de palavras, o que nos revela que a lógica para compor novas palavras a partir de um único ideograma não é um ponto forte deste primeiro nível.

Já no HSK 3.0 temos o caminho inverso, onde o aluno aprende mais ideogramas do que o exigido no HSK 2.0, porém, o número de palavras aprendidas aumenta proporcionalmente. 

Ou seja, você aprende menos ideogramas e aprende mais palavras para preencher o seu vocabulário em chinês! Isso é uma baita vantagem, né? Ainda se lembra do “pague 1 leve 3”?

As mesmas proporções apresentadas aqui acontecem com os próximos níveis de ambos os HSK. 

O exemplo a seguir é do nível 2 do HSK 2.0 e HSK 3.0:

image 3 Clube de Chinês

No HSK 2.0 você aprende muitos ideogramas para aprender novas palavras em uma escala não muito balanceada.

Isso é diferente do que acontece com os ideogramas e vocabulários do HSK 3.0, que seguem uma linha proporcional para guiar o aprendizado do estudante.

Em outras palavras, com o teste melhorado e com um conteúdo mais próximo do cotidiano das pessoas, significa que você aprenderá muito mais com o HSK 3.0 do que com o seu antecessor.

O chinês vai continuar sendo o mesmo idioma, o que mudou foi apenas o termômetro para medir a sua temperatura 🙂

Mas deixa eu te contar uma coisa:

Hoje o HSK 2.0. está dividido em 6 níveis. Na nova versão, a 3.0, estes 6 níveis continuam a existir, de modo que haverá uma prova específica para cada um deles.

O nível 6, já considerado avançado no HSK 2.0, deve seguir similar no HSK 3.0. Porém, além dos 6 níveis principais, o novo HSK também terá os níveis 7, 8 e 9, que serão realizados em uma única prova exclusiva.

De acordo com o Centro Internacional de Testes Chineses em Barcelona, os 3 últimos níveis são voltados principalmente para estudantes que desejam se especializar em língua e literatura chinesa, além de outras especializações, como a Sinologia.

Confira a seguir quantidade de ideogramas e vocabulários que provavelmente serão pedidos no HSK 3.0:

Estágio Ideogramas  Vocabulários
Nível 1 300 500
Nível 2 600 1272
Nível 3 900 2245
Nível 4 1200 3245
Nível 5 1500 4316
Nível 6 1800 5456
Níveis 7 – 9 3000 11092

Ou seja, quando você fizer uma prova de um desses níveis, você terá um certificado que corresponde ao nível que você prestou.De acordo com informações oficiais, dos níveis 1 ao 6 serão 6 provas. 

Dos níveis 7 a 9 será apenas uma prova e o certificado com um desses níveis será determinado de acordo com o desempenho do aluno no teste.

Por fim, ao longo de 2021 teremos mais informações a respeito do HSK 3.0 e você pode continuar nos acompanhando por aqui, pois sempre estamos nos atualizando para trazer informações seguras e completas para você! 

E lembre-se: a estrada para o aprendizado de chinês vai passar por algumas obras e reformas, mas o seu destino final continuará sendo o mesmo, que é aprender esse idioma milenar e fantástico que é o chinês!

Se você ainda não está participando do nosso grupo do Telegram para receber as novidades, clique aqui!

再见!

Kenji Takada
Curso Gratuito de Mandarim

Kenji Takada

Brasileiro, descendente de japoneses. Graduado em Letras pela UNESP, no Brasil, bolsista em chinês na Universidade de Hubei, na China.

Este post tem 4 comentários

  1. TERESINHA FREIRE

    Parabéns ao Clube de Chinês que, ao fazer as aulas de radicais já se adiantou a isso!!! Sou fã de todos vocês!

  2. laisa

    adorei o vídeo

  3. laisa

    estou adorando aprender chines

  4. Priscila Rios Penha

    Agradeço as informações sobre o HSK!
    Espero conseguir chegar ao nível exigido para obter um certificado. Através do Clube de Chinês estou enxergando uma luz no fim do túnel!

Deixe uma resposta