Assim como o inglês que conta com provas de proficiência como o IELTS e TOEFL para certificar o nível de conhecimento da língua, o mandarim também possui um teste com o mesmo objetivo: o HSK (Hànyǔ Shuǐpíng Kǎoshì 汉语水平考试).

Ele pode ser traduzido como Teste de Proficiência em Língua Chinesa, e é o único exame padronizado internacionalmente que testa e avalia o nível de proficiência de falantes não nativos de chinês, além de ser reconhecido pelo governo da República Popular da China e outros órgãos ligados à educação daquele país.

hsk

O HSK consiste em seis níveis: o HSK (nível I), HSK (nível II), HSK (nível III), HSK (nível IV), HSK (nível V) e HSK (nível VI).

Mas, qual é a diferença entre eles?

É bem simples: enquanto o HSK I é o nível básico, o HSK VI é o nível avançado.

Os diferentes níveis do HSK representam, de bem forma generalizada, a quantidade de vocabulário que o estudante domina.

Observe a tabela:

Curso Gratuito de Mandarim

hsk

Os candidatos capazes de passar no HSK I podem entender e utilizar palavras e frases simples em mandarim, atendendo às necessidades básicas de comunicação, além de serem capazes de prosseguir com os estudos da língua chinesa.

Os candidatos capazes de passar no HSK II possuem um excelente entendimento do chinês básico e podem se comunicar durante tarefas simples e rotineiras, que exigem trocas de informações diretas em assuntos pessoais e familiares.

Os candidatos capazes de passar no HSK III podem se comunicar em chinês em um nível básico sobre o seu dia a dia, abordando assuntos cotidianos, acadêmicos e profissionais. São capazes de lidar com a maioria da comunicação em mandarim quando viajando na China.

Os candidatos capazes de passar no HSK IV podem conversar em chinês sobre uma vasta gama de tópicos (temas abordados na escola, no trabalho, momentos de lazer, emergências, etc.) e são capazes de se comunicar fluentemente com falantes nativos. 

Os candidatos capazes de passar no HSK V podem ler jornais e revistas chinesas, desfrutar de filmes e peças teatrais, além de fazer discursos inteiros em mandarim.

Os candidatos capazes de passar no HSK VI podem compreender facilmente informações escritas e faladas em chinês, além de poderem se expressar fluentemente tanto na fala quanto na escrita.

O teste do HSK é composto por três partes:

1) auditiva, 2) leitura e 3) escrita

Para avaliar a parte oral, o candidato pode prestar o HSKK (Hànyǔ Shuǐpíng Kǒuyǔ Kǎoshì 汉语水平口语考试), que é composto por três níveis:

HSKK I (básico), HSKK II (intermediário) e HSKK III (avançado)

É válido ressaltar que dos seis níveis do HSK, apenas no HSK I e II os ideogramas são acompanhados pelo pīnyīn, além de não possuírem parte escrita.

A partir do nível III, as provas são apenas em ideogramas e possuem parte escrita que são diferenciadas de acordo com o nível prestado.  As tabelas abaixo mostram resumidamente as estruturas de ambas as provas:

02 Clube de Chinês

03 Clube de Chinês

Para saber onde e quando fazer a prova do HSK, clique aqui.

E se você ainda não começou a aprender chinês, confira o conteúdo do nosso canal Clube de Chinês!

Kenji Takada
Curso Gratuito de Mandarim

Kenji Takada

Brasileiro, descendente de japoneses. Graduado em Letras pela UNESP, no Brasil, bolsista em chinês na Universidade de Hubei, na China.

Deixe uma resposta